Acessos

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Diário de Bordo

  • Lêda Rocker (eu) e Cibele rumamos para curtir um final de semana em São Paulo com o objetivo de visitar a 
  • Galeria do Rock. 
  • No Aeroporto Internacional de Confins fomos "barradas" pelo Detector de Metal!!!!
Tivemos que tirar quase tudo: -pulseiras, colares, anéis,braceletes,cintos e botas... hahahahahhahahaha!!!! METALLLLL!

  • Passado esse tira-tudo e coloca-de-novo, entramos finalmente na aeronave e a aeromoça nos deu "Boa Tarde" com aquele olhar mais estranho tipo... cara de nojo, saca?
Quando o maldito do avião pousou no Aeroporto de Congonhas enfrentamos o primeiro congestionamento.. de tráfego de avião.. hahahaha, ninguém merece! E como se isso não bastasse,pedir informação é outra aventura. Conseguimos pegar um ônibus, (porque de taxi, nem pensar)e fomos para estação de metrô...
  • Metrô para Republica ( heim?) tá maluco? tivemos que fazer uma ginástica pois pegamos um e tivemos que fazer  baldiação para chegar no nosso destino.  Mas não acabou ai:
O segundo congestionamento estava para acontecer. O trem parou para esperar outros vagões passarem.  Caimos na risada.
  • O metrô passou na estação PARAISO. quando parou para entrada e saida de passageiros... tava rolando maior rock'n roll  "ao vivo" na estação! A gente endoidou com vontade de descer, pois estavamos no Paraiso e não sabíamos.
A viagem começou a agradar mesmo quando chegamos finalmente ao hotel onde fomos recepcionadas pelo Thiago, que nos recebeu muito bem, alías vale aqui um comentário: Ele é roqueiro, fã do Iron Maden e tem o "Eddie"  tatuado!
Não saimos do hotel na sexta-feira, depois de termos um shock visual... eram tantas pessoas, um formigueiro louco que preferimos jantar e descansar.
  •  - Levanta Cibele!!! Vamos tomar café e vazar para Galeria do Rock!
E sobre a nossa visita a galeria do rock vou postar no "GALERIAS DO ROCK".

Ficamos lá por horas e horas e horas até que conhecemos o Fabio e o Mauricio (Morcego Zangado). O Fabio nos levou para conhecer outros pontos da cidade como o point que o pessoal se encontra quando a galeria fecha e se preparam para se encontrar em shows mais tarde. Ficamos também um tempo na companhia do Toninho que é responsável pelo fã clube do Sepultura no Brasil. Ele tinha uma loja só sobre o Sepultura na galeria. (veja mais em: "Galerias do Rock")  Fizemos uma "Via Alcóolis e Refrigerólis" por São Paulo, passamos pela Av Paulista, pelo bairro do Bexiga, e fomos acabar na Rua Augusta.
  • Digo que a Rua Augusta não conhece o relógio, não se sabe se é dia ou noite. Movimento pra lá de intenso e acreditem 24 por dia.Saimos da Augusta e paramos em outro bar, xi.. tantos lugares que nem me lembro mais o nome do bar.
  • Seguimos para outro bairro para um show de rock no  BLACK MORE e assim encerramos nossa noite de sabado as 7 horas da manhã de domingo.
  • Bon Jovi Tribute Girls
Acordamos ao meio dia e fomos visitar a Feira da Praça da Republica, um sol rachando, 
um calor de litoral.
Levamos quilos de casacos e nem usamos.
Retorno para a nossa amada terrinha mineira.De novo o maldito do "Detector de Metais" nos travando, mas chegamos a Belo Horizonte, noite agradável e sem nenhum atropelo, afinal era domingo e eu e Cibele só queriamos mesmo era dormir!







    Nenhum comentário:

    Pelo Mundo

    Publicidade

    Pagina inicial