Acessos

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

A alma do rock está se perdendo?

Assuntos polêmicos,  prefiro evitar mas não posso me calar e é necessário  questionar:
  • De quem é a culpa? 
  • Qual a nossa contribuição para promover e transformar essa realidade?
  • O rock está deixando de ser o que é para dar lugar ao puro comércio?
  • Será que acusando pessoas vamos resolver uma situação dessa natureza?
  • Complexos: Bandas x Casas de Shows, Pubs rocks x Produtores x Público... o que há em comum? O que estão verdadeiramente buscando? 
  •  O que você roqueiro pensa a respeito disso?
  •  A alma rock está se vendendo ao vil metal?

Perguntas chaves para desvendar o que está acontecendo no nosso cenário.

Por hora, não vou expor as minhas conclusões aqui pois quero que você leitor pense e tire as suas próprias.  Acusar é mais fácil, é "lavar as mãos" diante de uma situação em que poderia estar sendo mais participativo e colocar mesmo em discussão os questionamentos acima. Promover soluções  para uma cena que está desagradando  os genuinos roqueiros e dando vasão a nata da sociedade, onde gastar  muita grana em uma noite, não faz diferença alguma. Depredar, se embebedarem, provocar brigas e deturpar o verdadeiro sentido de ser um rocker.

peço que o leitor manifeste-se no blog. obrigado.

Da redação

Leda Rocker  ( muito triste com tudo isso)



7 comentários:

Zero disse...

1 - mesmas bandas, mesmos locais

2 - a culpa é de todos, todo mundo se levanta pra reclamar que 'acena tá fraca', 'faltam bandas novas'...mas na hora de produzir os eventos, vemos sempre as mesmas bandas tocando nos mesmos locais com as mesmas pessoas assistindo. Falta abertura!

3 - produzir eventos onde as bandas não sejam escolhidas pelo critério 'x banda trás x público'.

4 - os eventos são comerciais, as bandas querem tocar...dizer que 'O ROCK' é isso ou aquilo é querer agregar no todo coisas que são de alguns... não temos eventos decentes, porque os produtores só querem bandas covers porque as bandas covers vendem mais ingressos.

5 - será que acusando 'o rock' como um todo vamos resolver, essa pergunta é bem estranha num questionário que pergunta 'de quem é a culpa'?

6 - O público quer ouvir músicas que lhe agradem, as bandas querem exposição para atingir mais público e os produtores, esses querem grana!

7 - bandas novas = público novo... mesmas bandas = estagnação... 3 eventos consecutivos com a mesma banda, adiciona tanto à cena quanto por o cd dessa banda pra tocar todas as noites. as bandas querem tocar sempre...mas tocar sempre no mesmo lugar, é um desperdício de trabalho. todo música almeja alcançar sempre um público novo, passar sua mensagem pra mais gente.

8 - 'Alma do Rock'? 'Vil metal'?... quando passarem a dar valor à propriedade intelectual...quando passarem a desmontar as 'panelinhas' de eventos, aí sim teremos uma alma pra vender... até lá...vestir-se de preto faz a alma rock tanto quanto casar de branco transforma em virgem. Todos estão atrás da grana.

Anônimo disse...

Acho que o que falta é a valorização do próprio ser... Vejo pessoas com poucas perspectivas, pouca ambição, desleixo com a própria musica, não legal se der errado, sempre vem com esse papo: "a gente toca só por diversão", pra mim isso é o mesmo que dizer: "não esperamos reconhecimento, não temos sonhos e aceitamos que vivemos vidas medíocres onde não temos o poder de escolha da nossa própria vida”, e no caso das casas de show é o seguinte, o que a, são só charlatões que valorizam o dinheiro imediato em cima da falcatrua, do jogo da burrice, os produtores no geral não dão moral pra banda autoral, e o espaço que tem só serve pra um grupo apertado, em condições miseráveis, praticamente pagando pra tocar, o que fazer? boa pergunta. na verdade eu acho que Belo Horizonte está estagnado, já deu o que tinha de dar pro metal nos anos 80, hoje em dia é a vez, da putaria em longa escala e da abertura política terminando os meios culturais que ainda restam...

Anônimo disse...

Concordo com o Zero, de fato são sempre as mesmas bandas nos mesmos lugares. Infelizmente em BH é tudo muito estagnado. Seja na música, teatro, arte, etc e por melhor que sejam as pessoas deixam de ir nos shows e eventos pois poderão ver sempre as mesmas bandas novamente. Outro problema é a mediocridade de músicos e bandas. Músicos e bandas medíocres deixam as pessoas acostumadas a escutarem músicas medíocres e a agirem como se não dessem importância ao cenário rock e metal de BH e quando aparecem bandas boas de verdade o público medíocre trata da mesma forma preferindo ir num show de bandas cover do que ver as bandas autorais medíocres. EXISTEM BANDAS BOAS SIM!!!! Mas falta ambição da parte delas, desde querer fazer um som do mesmo nível ou melhor de que suas bandas favoritas fazem até a ambição de mostrar seu trabalho para o mundo todo (e porque não?). Pode parecer exagero mas não é, quem almeja pouco terá pouco e isso é fato! Quem toca simplesmente porque gosta e não tem essa ambição está destinado à estagnação, por melhor que seja a banda. Produtores e donos de casas de shows agem conforme o público e quem faz o público são as Bandas. Mesmo o público medíocre consegue reconhecer uma banda boa, mas tenham conhecimento de que isso não muda da noite pro dia então...BANDAS, SEJAM BOAS E SE VALORIZEM!!!!

Humberto Junior disse...

A Culpa e de todos e de ninguem

Leda para isso reverter temos que fazer uma nova História para o Rock Mineiro, temos q apoiar mais as bandas q tocam musicas Proprias como a minha Banda q vai lançar o seu primeiro CD em breve

LRinor disse...

Ola Leda! Eu não concordo que existe crise. O que existe são bandas reclamando. Existem algumas poucas que estão trabalhando, que sabem trabalhar. Quem quiser conhecer o segredo tem que investir, estudar. Quem reclama é quem não conhece o caminho e não se interessa em aprender. Conheço bandas investindo e ganhando espaço. Uma coisa é arte e a outra é o comercio. Elas nunca se excluíram e nunca vão deixar de caminhar juntas. E não adianta brigar com quem não quer, sempre vai existir mais periferia que centro. Então vamos olhar para o centro e aprender com eles.
Forte abraço Lucas Rinor

Teste disse...

Eu tenho uma visão diferente da culpar casas de shows e produtores, este é o trabalho deles, portanto, necessitam movimentar valores para se manterem.

Tirando esse motivo, coloco muitas bandas como culpadas, as bandas reclamam de espaços que não dão oportunidades, mas quando dão, as bandas não procuram formar seu público, apenas criam um evento no Facebook e mandam para os seus mais de "1.000 amigos" e acham que vão lotar o lugar, poxa, amigo e público é conquistado no dia a dia, conversando com ele, portanto, surgiu a oportunidade, tire a bunda da cadeira e vá busca-los, pegue o telefone e chame-os para se divertir em um show e não no show da sua banda, pois tem outras bandas que tocarão com você, respeite-as.

Não tenho visto hoje como em alguns anos atrás, "bancas" nos shows promovidas pelas próprias bandas, vendendo CD's, camisas, broches, canecas, revistas... (de bandas consagradas e bandas independentes), essas "bancas" eram um adicional de arrecadação para todos.

As bandas só pensam nos seus shows, além de não respeitarem as bandas que irão tocar com eles(acabam de tocar e vão embora) ainda levam o público que ele mesmo considerou difícil de se conquistar, o público já está lá, faça-o ficar.

Pessoal, pensem, um show é um local de diversão para todos(para as bandas e para o público) então faça parte desse evento e da diversão.

Outra coisa muito comum, é a divulgação das músicas, com o advento da tecnologia muitas bandas não querem ter um material oficial, gravam qualquer coisa e postam no Youtube, MySpace, TramaVirtual..., poxa, respeitem o seu trabalho, divulgar é legal, mas divulgue algo útil para as pessoas, ninguém quer perder seu valioso tempo escutando algo sem qualidade. O seu som é o seu cartão de visitas, então faça-o com qualidade e não uma chuva de qualquer coisa.

Uma coisa que acho engraçado é quando pego um CD e coloco no carro e as pessoas assustam me dizendo, "um cd original? eu baixo tudo e coloco em um pendrive.", poxa, se vocês não valorizam e patrocinam o trabalho de outros artistas, como querem que as pessoas façam o mesmo. Acham um CD caro? Também acho, mas ele alimenta toda uma industria que você gostaria de fazer parte, não seja hipócrita!

Agora, o que muitos produtores e casas de shows tem feito é, como as bandas não conseguem trazer mais de 20 pessoas, eu coloco de 6 a 10 bandas para tocar, assim tenho a presença de um público que me dá lucro. Isso é um desrespeito total, uma correria para as bandas trocarem o palco, uma tensão entre os membros da banda, fazendo com que o show fique horrível devido toda essa tensão. Show como eu disse acima é um local de diversão, então 2 a 3 bandas por evento é mais que o suficiente até mesmo para que a banda possa apresentar o seu repertório como qualidade, fazer uma conferencia nos equipamentos em tempo hábil e agradável.

Anônimo disse...

I read this paragraph completely about the comparison of hottest and earlier technologies, it's
amazing article.

Here is my page - eugene wine tours

Pelo Mundo

Publicidade

Pagina inicial